Ninguém é obrigado a nada

Vez ou outra sou levada a praticar o domínio próprio para não perder a razão nem a compostura. Confesso que não é tão difícil assim, pois meu temperatura é de grande ajuda. Mas percebo desde a infância que confundem calma com frouxidão, serenidade com passividade, generosidade com fraqueza, disponibilidade em servir com escravidão velada...

Conforme fui crescendo fui descobrindo que aquilo que as "qualidades" que pareciam ser evidentes em mim, não necessariamente me isentavam de sombras e/ou defeitos na minha personalidade. Muitas vezes a ausência de atrito ou a voz mansa, era apenas uma forma de não receber novos rótulos ou de pra não ficar mal com ninguém. Só que cansa...
Guardar tudo sempre, evitar conflitos com frequência gera um desgaste emocional e/ou até mesmo físico que só corroerá a si mesmo. E acredite: não vale a pena!

Uma das expressões que mais gosto diz: "Não sou obrigada". 






Sabe por que?
Porque não sou mesmo obrigada a estar num relacionamento, a ter filhos após os 30, a conviver com intolerância e preconceito de todos os tipos e em todas as esferas, a ter o corpo de modelo, os meus fios "domados" através da química, a seguir dietas loucas que estão na moda prometendo um copro perfeito, a ser acorrentada em padrões surreais e até mesmo hipócritas de comportamento, a fechar os olhos para a desordem promovida por alguns, a ter um time de futebol, a defender um ideal político... Nem eu, e nem você! Ninguém de fato é obrigado a nada.


Porém devemos dar um significado a tudo! Você não é obrigado a ser uma pessoa melhor, a ter sua presença sentida, a ser incrível o tempo todo, a corresponder as expectativas dos outros... Mas tudo o que você é e faz deve ter um significado, fazer algum sentido, ao menos pra você.
Você é a melhor pessoa pra saber tudo a respeito de si mesmo, bem como porque razões faz o que faz, e da maneira como faz. O único capaz de ver além do que você revela é aquele que te criou. 

Enquanto não descobre os propósitos dEle pra sua vida, busque ser o melhor que puder não para ser querido, não para se mascarar, mas porque na vida cada passo dado acarreta aprendizado, e este vem para nos fazer evoluir. Se você gosta do grito não veja problema nisso, mas busque o momento certo para extravasar... Saia daquela ideia errônea de que gente calma ou quieta é trouxa, ou de que uma pessoa pacífica é na verdade iludida, pois não vê o caos existente por aí. Nem sempre o que não é dito ou feito, é por falta de percepção. Há momentos em que apenas se escolhe não fazer nada... Por proteção, por medo, por falta de estímulo... O motivo não importa. O que importa é saber respeitar as escolhas do outro, sem deixar a própria essência por isso.

Afonso Allan uma vez disse:
Nunca se sinta um ser humano evoluído, mas em evolução. Sinta-se uma obra-prima, mas jamais perfeita e sim em constante aperfeiçoamento.

Até o seu último respirar você estará sendo instigado por Ele a progredir. Se vai ser do modo fácil ou difícil dependerá de suas escolhas e reações mediante as adversidades que enfrentará, e também as dádivas que receberá ao longo de sua caminhada. Você é o único responsável pelo destino que terá. Pode ser brilhante, pode ser amargoso, pode ser belo, pode ser sem brilho algum. Suas escolhas sempre terão consequências, mas se forem feitas com sabedoria e guiadas pelo Criador, não terá o que temer.

Por Dayani Xavier






0 comentários:

Postar um comentário